Início
Nossos Serviços
Dicas
Manutenção
Troca de Óleo
Nossa Equipe
Orçamento
Pagamento
Nossos Horários
Localização
Contato
Trabalhe conosco
 



Nos motores de ciclo diesel, o óleo lubrificante tem uma utilidade muito ampla. Um bom exemplo de uso do lubrificante é proteger as superfícies metálicas contra corrosão, refrigerar, vedar e reduzir o nível de ruído. A vida útil do óleo varia de acordo com sua composição, normalmente o fabricante do produto indica o tempo que deve ser usado. Passado o período recomendado para a troca do óleo, as propriedades de lubrificação e arrefecimento são perdidas, aumentando o atrito das partes móveis do motor ocasionando desgastes.

De um modo geral o óleo lubrificante dos motores é constituído por uma base mineral ou sintética, com adição de vários outros agentes. Um bom óleo conta com:
- antioxidantes ― que agem quimicamente com o oxigênio, evitando a oxidação dos metais.
- detergentes ― reduzem a formação de placas e depósitos.
- dispersantes ― impedem a aglomeração de borras.
- anticorrosivos ― reduzem o desenvolvimento de substâncias ácidas
- antiespumantes ― agem na espessura das bolhas de espuma, eliminando-as.
- melhoradores de viscosidade ― proporcionam ao óleo uma menor sensibilidade às mudanças de temperatura.
- antidesgastante ― formam uma camada protetora nas superfícies metálicas.

Depois dessa rápida aula de química, se você quer manter o motor de seu veículo em dia, preste atenção nestas regrinhas simples abaixo:

1) O prolongamento da vida útil do motor está diretamente vinculado à qualidade do óleo lubrificante utilizado, à prevenção contra a entrada de contaminantes externos ― água, combustível e poeira ―, e à troca periódica do filtro de óleo.
2) Para saber qual o melhor óleo para o seu motor, consulte o manual do proprietário.
3) Para que o óleo lubrificante exerça com perfeição suas funções, as manutenções devem ser feitas e seguidas de acordo com as informações técnicas dos manuais.
4) Verifique com freqüência o nível do óleo.
5) Observe os prazos de troca do filtro.
6) Siga rigorosamente o tipo de óleo recomendado no que diz respeito à viscosidade (SAE) e à classificação de serviço (API).
7) Observe os prazos de quilometragem da troca do óleo de acordo com as condições de trabalho de cada veículo.